[ENTREVISTA] Yim Si-wan fez um esforço extra para retratar um atleta lendário em “Road to Boston

Tempo estimado de leitura 5 min leitura
O ator Yim Si-wan interpreta o papel de Suh Yun-bok no novo filme dramático, "Road to Boston". Cortesia da Lotte Entertainment
O ator Yim Si-wan interpreta o papel de Suh Yun-bok no novo filme dramático, “Road to Boston”. Cortesia da Lotte Entertainment

Interpretar um personagem baseado em uma pessoa da vida real geralmente apresenta desafios mais complexos para um ator, especialmente se essa pessoa for um atleta lendário.

Foi isso que o ator Yim Si-wan enfrentou em seu último papel como o lendário maratonista Suh Yun-bok, no filme de drama de época “Road to Boston”, que o levou a se dedicar física e mentalmente para retratar a figura.

“Senti um grande senso de responsabilidade ao retratar uma figura tão impressionante da vida real. E depois de decidir interpretar o personagem, participei com a mentalidade de um atleta nacional representando nosso país”,

disse o ator durante uma entrevista ao The Korea Times, em um café no distrito de Jongno, na quinta-feira.

Baseado em uma história real, o próximo filme acompanha a jornada inspiradora de Suh e seu treinador, o ex-medalhista olímpico Sohn Kee-chung (Ha Jung-woo), para se prepararem para a Maratona de Boston de 1947.

Quando o ex-medalhista e treinador de maratona Nam Seung-ryong (Bae Sung-woo) e Sohn percebem o talento de Suh, eles o convencem a competir na maratona internacional com a bandeira da Coreia no peito. Suh acabou fazendo história, não apenas vencendo a maratona, mas também estabelecendo um recorde mundial.

Essa foi a primeira vez que um atleta coreano competiu sob a bandeira nacional desde que o país foi libertado do domínio colonial japonês (1910-45).

“Road to Boston”, previsto para chegar aos cinemas coreanos em 27 de setembro, é dirigido pelo famoso cineasta Kang Je-gyu, que dirigiu o filme de ação de 1999, “Shiri”, e o filme de guerra de grande sucesso de 2004, “Taegukgi”.

A preparação para o papel fisicamente exigente não foi fácil, disse o ator.

Yim compartilhou que o peso esmagador de interpretar o personagem, que estabeleceu um marco histórico para o país, o motivou a fazer um esforço enorme para alcançar a aparência física de um atleta profissional.

“Eu tinha o sentimento de dever de atingir a forma física de um maratonista. E Suh tinha um físico tão bem constituído e saudável. Assim, durante os três meses de preparação para o filme e os cinco meses de filmagem, vivi como um atleta semiprofissional para imitar aquele físico”, disse ele, acrescentando que seu teor de gordura corporal caiu para 6%.

“De manhã, eu fazia um treinamento de maratona, seguido de treinamento com pesos durante o almoço e treinamento suplementar à noite. Comi peito de frango em todas as três refeições para reduzir a gordura. Sei que os atletas de verdade têm rotinas mais rigorosas, mas senti que minha vida estava mais próxima da vida de um atleta do que de um ator… Disse a mim mesmo: ‘Sou um atleta nacional’ por oito meses.”

O ator preenche a maior parte do filme de 108 minutos com cenas de corrida, desde o processo de qualificação para a maratona internacional até a jornada final e emocional de competir na partida.

Apesar do árduo treinamento que teve para criar o personagem, Yim não teve muita dificuldade em filmar cenas que exigiam força física.

“Surpreendentemente, minha força realmente melhorou enquanto eu treinava para a maratona. Por isso, não achei que fosse tão exaustivo. Pelo contrário, parecia um dever e uma missão que eu precisava cumprir para competir”, disse ele.

“Na verdade, nunca entrevistei atletas, mas apenas me aprofundei na mentalidade que um (atleta) teria em relação a essa meta. Eu também tenho a meta de concluir um projeto toda vez que trabalho em uma peça. Portanto, eu acreditava que suas metas, paixão e mentalidade seriam muito mais fortes do que as que eu experimentei. E procurei maximizar esses aspectos para retratar o personagem.”

As filmagens do filme foram concluídas há três anos, mas o lançamento foi adiado por causa da COVID-19 e do escândalo de Bae dirigindo embriagado.

Yim expressou seu entusiasmo com o tão esperado lançamento do filme.

“Percebi que o sucesso de um filme não termina com a conclusão bem-sucedida das filmagens. Mas ele realmente ganha vida quando você encontra o público, seja o feedback positivo ou negativo. Portanto, (o lançamento) me deu um profundo senso de propósito, como vitalidade, como ator”,

disse ele.

“Embora eu já conhecesse Sohn, só fiquei sabendo sobre Suh depois de ler o roteiro. E senti que pessoas como essa merecem mais reconhecimento”, disse ele. “Espero que as pessoas aprendam mais sobre Sohn e Suh e se orgulhem deles depois de assistir ao nosso filme.”

Informações Extras:

Fonte: Korea Times; Lee Gyu-lee.

(Crédito das imagens = Cortesia da Lotte Entertainment; ‘@yim_siwang‘ Instagram)