[ENTREVISTA] SUPERKIND grupo de K-pop pioneiro, com membros humanos e virtuais

Tempo estimado de leitura 9 min leitura

Em entrevista ao The Korea Times na terça-feira. Um dia antes do lançamento de seu novo álbum “Profiles of the Future (Λ): 70%”, o SUPERKIND com cinco de seus membros, Daemon, Eugene, Geon, SiO e JDV. Os membros virtuais, SAEJiN e Seung, não puderam participar devido a restrições técnicas.

Daemon, o líder do grupo, apresentou com orgulho os membros e seu papel inovador no setor de entretenimento.

Ele afirmou que seu grupo, que é uma combinação de membros humanos chamados “PRIDs” e membros de IA conhecidos como “NUKEs”, é o primeiro a reunir humanos e membros virtuais em um grupo de K-pop. A esse respeito, Daemon expressou seu orgulho em chamar seu grupo de, a primeira geração de ídolos de IA.

Fusão de talentos, humanos e virtuais

O grupo estreou há 1 ano e quatro meses, e seu último álbum marcou a primeira vez em que todos os menbros participaram do projeto. Logo no começo, JDV e Seung ainda não faziam parte do grupo e SAEJiN não participou do segundo álbum.

SiO membro humano disse que: “Apesar do tempo que passou, ainda vejo isso como nossa estreia como novatos. Estamos animados para atuar como uma equipe completa pela primeira vez, por isso estou ansioso pela expectativa dos nossos fãs.”

O novo álbum mergulha no gênero Sci-Fi, inspirando-se na animação japonesa “Cowboy Bebop” e na franquia de filmes “Men in Black”. O álbum é composto por quatro faixas, incluindo a música-título, “Beam Me Up (2Dx3D)”, “Speed ​​(2D)”, “Beam Me Up (3D)” e “Mugshot (SMG)”. Neste contexto, 2D significa os membros humanos, enquanto 3D representa os virtuais.

“Nossa faixa-título é uma composição muito especial. É uma mistura de duas faixas, ‘Speed (2D)’ e ‘Beam Me Up (3D)’. O mash-up dessas duas músicas é um símbolo do nosso compromisso de continuar colaborando com nossos colegas virtuais”,

explicou Daemon.

O grupo também relembrou uma mistura de desafios e momentos gratificantes que viveram durante a produção do álbum. Mesmo com a dificuldades que os membros humanos encontraram, trabalhar em colaboração com os membros virtuais deu a eles uma experiência única em sua jornada.

Em exemplo, Eugene compartilhou que durante a gravação do videoclipe:

“Eu não tinha nenhuma habilidade com o skate, mas aprendi a andar de skate com Geon em apenas três dias, especificamente para o videoclipe. Espero que o vídeo reflita meus esforços e não pareça desajeitado”, disse ele.
Foto conceitual (versão 2D): 1º mini-álbum do SUPERKIND
Foto conceitual (versão 2D): 1º mini-álbum do SUPERKIND
'Profiles of the Future (Λ) : 70%' EUGENE. (Instagram) (FOTO NÃO A VENDA)
Foto conceitual (versão 2D): 1º mini-álbum do SUPERKIND Foto conceitual (versão 2D): 1º mini-álbum do SUPERKIND ‘Profiles of the Future (Λ) : 70%’ EUGENE. (Instagram) (FOTO NÃO A VENDA)

Geon que aprendeu várias lições durante as filmagens, acrescentou: “Filmamos o videoclipe em uma fábrica abandonada e o ar estava bastante abafado. Isso me ensinou a importância de cuidar da condição da minha garganta como cantor em ambientes como esse”.

Foto conceitual (versão 2D): 1º mini-álbum do SUPERKIND
Foto conceitual (versão 2D): 1º mini-álbum do SUPERKIND
'Profiles of the Future (Λ) : 70%' GEON. (Instagram) (FOTO NÃO A VENDA)
Foto conceitual (versão 2D): 1º mini-álbum do SUPERKIND Foto conceitual (versão 2D): 1º mini-álbum do SUPERKIND ‘Profiles of the Future (Λ) : 70%’ GEON. (Instagram) (FOTO NÃO A VENDA)

Mesmo que esses tenham sido desafios dos membros humanos, a experiência de trabalhar ao lado de membros virtuais mostrou a eles outro conjunto de problemas que eles precisavam contornar.

No videoclipe, os membros virtuais ocupam o centro do palco como “policiais espaciais” perseguindo os membros humanos, descritos como “criminosos espaciais”.

SiO explicou que:

“Enquanto estamos sendo perseguidos pelos membros virtuais, não há muitas cenas em que nos encontramos fisicamente. No entanto, acredito que a tensão decorre dessa perseguição e da busca incessante. O clímax é quando todos os membros são finalmente capturados e surge o conflito entre seres humanos e virtuais.”

E Daemon acrescentou: “O que acrescenta uma camada única a essa dinâmica é tentar prever os crimes que cada membro humano cometeu com base em suas características visuais no videoclipe.”

Devido ao tempo empregado com os membros virtuais, a interação entre os integrantes do grupo foi significativamente melhorada. O líder do grupo ressaltou que a evolução no trabalho em equipe pode ser notada nas danças sincronizadas.

“Estamos praticando a sincronização de nossos movimentos com os membros virtuais há algum tempo e isso certamente melhorou. Acredito que a precisão técnica em nossa rotina de dança atingiu seu auge e é algo que devemos esperar”,

disse Daemon.
Foto conceitual (versão 2D): 1º mini-álbum do SUPERKIND Foto conceitual (versão 2D): 1º mini-álbum do SUPERKIND 'Profiles of the Future (Λ) : 70%' DAEMON. (Instagram) (FOTO NÃO A VENDA)
Foto conceitual (versão 2D): 1º mini-álbum do SUPERKIND Foto conceitual (versão 2D): 1º mini-álbum do SUPERKIND ‘Profiles of the Future (Λ) : 70%’ DAEMON. (Instagram) (FOTO NÃO A VENDA)

Colaboração não convencional

A primeira interação com os membros virtuais foi bastante desafiadora para o grupo, pois os membros humanos estavam céticos em relação ao conceito no início.

SiO revelou que não estava particularmente interessado em tecnologias virtuais até se tornar um estagiário em sua agência atual, a Deep Studio.

“Eu tinha pouco conhecimento sobre inteligência artificial, metaverso e o setor de humanos virtuais até entrar para esta empresa. Parecia um pouco surreal porque tudo era novo para mim”, disse ele.

Eugene também tinha dúvidas. “Eu não estava muito familiarizado e fiquei um pouco apreensivo quando soube que faria minha estreia ao lado de um ídolo virtual”, admitiu.

No entanto, os membros humanos e virtuais do grupo estão agora unidos em sua busca por um objetivo comum e abraçaram a dinâmica única que destaca suas especialidades.

“Independentemente disso, todos nós pertencemos ao mesmo grupo e estamos nos esforçando para conquistar a afeição de nossa devotada base de fãs, ‘PLAYER’, disse SiO.

Ele também destacou a abordagem do grupo em relação à ideia de não almejar uma união perfeita entre ídolos humanos e inteligência artificial, mas sim valorizar os pontos fortes individuais de cada membro.

“Nós, os membros humanos, tendemos a nos envolver mais em atividades offline e a manter uma interação mais direta com nossos fãs, enquanto SAEJiN e Seung tendem a se concentrar mais no envolvimento com nossos fãs por meio de plataformas online. Esse é um meio de traçar uma linha clara entre nós e os membros virtuais, para enfatizar a diferença”, esclareceu SiO.

Foto conceitual (versão 2D): 1º mini-álbum do SUPERKIND Foto conceitual (versão 2D): 1º mini-álbum do SUPERKIND 'Profiles of the Future (Λ) : 70%' SIO. (Instagram) (FOTO NÃO A VENDA)
Foto conceitual (versão 2D): 1º mini-álbum do SUPERKIND Foto conceitual (versão 2D): 1º mini-álbum do SUPERKIND ‘Profiles of the Future (Λ) : 70%’ SIO. (Instagram) (FOTO NÃO A VENDA)

Daemon explicou por que é importante diferenciar entre membros virtuais e humanos.

“Para integrar efetivamente nossos amigos de IA e membros humanos, é fundamental garantir que haja uma distinção clara entre os dois. Dessa forma, as pessoas podem discernir prontamente entre os membros humanos e de IA, e então podemos trabalhar para combiná-los”, disse Daemon.

“No passado, os membros humanos solicitaram que a empresa fizesse com que os membros virtuais se parecessem mais com os membros humanos. No entanto, agora, os membros humanos estão concentrados em aprimorar nossa singularidade, enquanto os membros virtuais pretendem abraçar suas qualidades distintas. Com o tempo, planejamos comunicar ao público que somos, de fato, distintos e, então, lentamente, convencê-los a aceitar a fusão gradual.”

O grupo não pareceu incomodado com as preocupações das pessoas sobre seus membros online.

“Acredito que a sensação de falta de familiaridade é bastante positiva. Nós nos esforçamos constantemente para introduzir inovações. A novidade naturalmente traz consigo uma sensação de desconhecimento. Acredito que nossa principal missão é transformar lentamente essa falta de familiaridade em familiaridade, e vejo isso como uma aventura”, disse Daemon.

Foto conceitual (versão 2D): 1º mini-álbum do SUPERKIND
Foto conceitual (versão 2D): 1º mini-álbum do SUPERKIND
'Profiles of the Future (Λ) : 70%'. (Instagram) (FOTO NÃO A VENDA)
Foto conceitual (versão 2D): 1º mini-álbum do SUPERKIND Foto conceitual (versão 2D): 1º mini-álbum do SUPERKIND ‘Profiles of the Future (Λ) : 70%’. (Instagram) (FOTO NÃO A VENDA)

“Nosso objetivo é tornar o conceito de humanos virtuais, mais acessível a todos, pois colaboramos com nossos membros não humanos e oferecemos um meio de aproveitá-lo plenamente.”

SiO enfatizou o compromisso de seus membros em simplificar essa transição para o público.

“Acima de tudo, estamos comprometidos em mergulhar nessa jornada e trabalhar duro para demonstrar nossa satisfação ao público. Queremos transmitir que não é tão desafiador quanto parece e que você pode abraçá-lo com a mesma facilidade e prazer que nós”, enfatizou.

A aspiração final do SUPERKIND é realizar um show ao vivo com membros virtuais e humanos.

“Olhando para o futuro, acredito que nosso objetivo mais importante é realizar um concerto com todos os nossos membros. Acho que os shows deixam as lembranças mais inesquecíveis para nossos fãs. Nosso objetivo final é realizar um show que integre nossos membros virtuais sem problemas”, disse Daemon.

“Atualmente, contamos com a edição para dar vida aos membros virtuais, mas estamos aguardando ansiosamente a realização ao vivo de nossos sonhos de concerto por meio do desenvolvimento de tecnologias de vídeo.”

Foto conceitual (versão 3D): 1º mini-álbum do SUPERKIND
'Profiles of the Future (Λ) : 70%'. (Instagram) (FOTO NÃO VENDA)
Foto conceitual (versão 3D): 1º mini-álbum do SUPERKIND ‘Profiles of the Future (Λ) : 70%’. (Instagram) (FOTO NÃO VENDA)

Fonte: The Korea Times.

Informações Extras:

✋ YOO. Ouça o álbum do SUPERKIND abaixo.

1º mini-álbum do SUPERKIND ‘Profiles of the Future (Λ) : 70%’.